Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

Feliz Cumpleaños Maestro Mario Benedetti

Un 14 de septiembre de 1920 nacía Mario Orlando Hardy Hamlet Brenno Benedetti Farrugia, mejor conocido como Mario Benedetti, poeta, dramaturgo, periodista y prosista uruguayo.

Tengo una Soledad tan concurrida por Mario Benedetti

"Tengo una Soledad Tan Concurridaque puedo organizarla como una procesión, por colores, tamaños y promesas, por época, por tacto y por sabor"  Mario Benedetti.

Pausa nas férias por um motivo nobre. 12 de Setembro é aniversário do Caio Fernando Abreu

Então quero que você venha para deitar comigo no meu quarto novo, para ver minha paisagem além da janela, que agora é outra, quero inaugurar meu novo estar-dentro-de-mim ao teu lado, aqui, sob este teto curvo e quebrado, entre estas paredes cobertas de guirlandas de rosas desbotadas. Vem para que eu possa acender incenso do nepal, velas da suécia na beirada da janela, fechar charros de haxixe marroquino, abrir armários, mostrar fotografias, contar dos meus muitos ou poucos passados, futuros, possíveis ou presentes impossíveis. Dos meus muitos ou nenhuns eus. Vem para que eu possa recuperar sorrisos, pintar teu olho escuro com kol, salpicar tua cara com purpurina dourada, rezar, gritar, cantar, fazer qualquer coisa, desde que você venha, para que meu coração não permaneça esse poço frio sem lua refletida. Porque nada mais sou além de chamar você agora, porque não tenho medo e não estou sozinho, porque não, porque sim, vem e me leva outra vez para aquele país distante onde as coisas era…

Aviso de Férias

Estarei de férias do Blog até dia 01 de outubro. Obrigado aos meus três leitores fieis, que me acompanham nesta luta diária de se manter um blog. Hora de esfriar a cabeça, olhar para novas oportunidades, esquecer um pouco da vida e da sociedade. Espero voltar com " ganas de escribir "

“Brasil, pátria educadora”

Supletivo em 15 dias.Autorizado pelo MEC. Cést ne pas possible !

Um dia você aprende...Willian Shakespeare.

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade. E começa aprender que beijos não são contratos, tampouco promessas de amor eterno. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos radiantes, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, pois o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, ao passo que o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol pode queimar se ficarmos expostos a ele durante muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe: algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e, por isto, você precisa estar sempre disposto a pedoá-la. Aprende que falar pode aliviar dores emociona…